Logotipo do CBCD - Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva
CBCD

Apendicite: o que pode causar e qual o tratamento indicado?

13/02/2023

O apêndice é um órgão localizado na primeira porção do intestino grosso, com um formato fino e longo. Quando ocorre a inflamação do órgão, que se desenvolve e tem uma maior incidência em indivíduos jovens, surge um quadro de apendicite.

Mas, o que pode causar a doença e qual seria a melhor forma de tratamento? É o que vamos esclarecer no post de hoje. Acompanhe!

Quais as possíveis causas de apendicite?

A apendicite é caracterizada como um processo inflamatório que atinge o apêndice. Mesmo não sendo possível identificar uma causa específica, podemos dizer que a obstrução na parede interior do órgão, que pode ser causada por verme, gordura, fezes ou tumor, é um dos fatores que contribuem

Essa condição também pode ocorrer devido à infecções no trato gastrointestinal, que surgem por conta de bactérias, fungos ou vírus. Neste caso, conforme o processo inflamatório acelera, a infecção evolui e faz com que o órgão se torne inchado, com acúmulo de pus.

E quais são os sintomas de apendicite?

Sabia que a apendicite pode evoluir em 72 horas? E quando em estágio mais avançado, corre-se o risco de haver uma perfuração ou bloqueio. Por isso, é importante estar atento aos principais sintomas, como por exemplo:

  • Náuseas;
  • Apatia;
  • Vômito;
  • Febre;
  • Falta de apetite.

Outro sinal de apendicite, bastante característico e pontual, é a dor no abdômen, que se manifesta na região central e se espalha para o lado direito inferior, provocando uma dor imensa.

Como tratar a apendicite?

Em geral, o tratamento mais indicado para a apendicite é a cirurgia para a retirada do órgão. Assim sendo, logo após o diagnóstico, o paciente é encaminhado para um procedimento denominado apendicectomia.

Neste caso, a apendicectomia pode ser realizada por meio da técnica convencional (aberta), videolaparoscopia ou robótica, sendo as duas últimas menos invasivas. A videolaparoscopia é uma das opções mais utilizadas na maioria dos casos.

Mas, é importante estar atento aos sintomas iniciais, pois esse é um tipo de inflamação que evolui de forma rápida e se não receber o tratamento adequado, as chances de o apêndice se romper podem aumentar.

O conteúdo foi esclarecedor? Em caso de dúvidas, deixe um comentário abaixo para que possamos te ajudar!

Foto do Dr. Agnaldo Soares Lima.
Sobre o autor
Dr. Aluisio Stoll
Titulações: Cirurgião com experiência de 40 anos de formado, atualmente é presidente do capítulo de Santa Catarina do Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva.
Está precisando de um Cirurgião Digestivo na sua região?
Busque um especialista clicando aqui!
Doutores | CBCD

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira o Instagram do CBCD!
/cbcdigestivo
Siga o CBCD no Instagram!

Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Direitos reservados CBCD Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva © 2024
Site atualizado em:
07:25 | 20/05/2024
magnifiercross linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram