Logotipo do CBCD - Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva
CBCD

Gastrectomia: Como funciona o pré e pós-operatório?

09/03/2023

Gastrectomia é a cirurgia que consiste na retirada total ou parcial do estômago, sendo indicada para pacientes que precisam perder peso e casos de tumores.

No post de hoje, vamos falar um pouco mais sobre a cirurgia e como funciona o pré e pós-operatório. Acompanhe a seguir!

Quais os tipos de gastrectomia existentes?

Conforme dissemos, a gastrectomia é a cirurgia de retirada do estômago que pode ser realizada de acordo com a necessidade do paciente e principalmente, do problema que será tratado. Entre os tipos de gastrectomia, estão:

Subtotal ou parcial

Procedimento realizado para a remoção de uma parte do estômago, geralmente a parte inferior.

Total

A técnica total abrange todo o órgão, removendo o estômago por completo.

Vertical (Sleeve)

Esse é um tipo de cirurgia bariátrica, realizada por videolaparoscopia e responsável pela retirada de uma parte do estômago, mantendo o formato vertical semelhante à manga de uma camisa ou um tubo.

Quando a gastrectomia é indicada?

Mesmo parecendo uma medida drástica, a remoção de uma parte ou da totalidade do estômago é indicada para o tratamento de diversos problemas de saúde.

Por exemplo, esse tipo de cirurgia é muito comum para tratar os tumores que se originam no estômago, uma vez que as porções atingidas pelo tumor são extraídas. 

Além disso, a técnica também pode ser aplicada em casos como obesidade e úlcera péptica.

É considerada uma cirurgia de médio a grande porte, pois a recuperação do paciente pode demorar mais tempo e existem casos onde a nutrição pela veia é necessária, até que a alimentação volte a ser via oral.

Pré e pós-operatório: Como funcionam?

O pré-operatório

Quando o objetivo da gastrectomia é a perda de peso, essa fase é importante para que os médicos saibam se a pessoa está mesmo apta ao procedimento. Isto porque a obesidade possui relação com a compulsão alimentar, então, é necessário bastante esforço e colaboração, algo que também ajudará em uma recuperação mais rápida. Neste caso, então, o paciente deve passar por uma avaliação psicológica, para alertar sobre as mudanças que podem ocorrer, tendo suporte para lidar com possíveis dificuldades após a cirurgia.

Devem ser solicitados também diversos exames de rotina, sendo eles: exame de sangue, coagulograma, exames cardíacos, taxa de glicemia, colesterol, entre outros, para verificação do estado de saúde geral do paciente.

Quando a cirurgia é indicada para câncer, também é importante uma boa avaliação da nutrição do paciente, pois esses tumores estão associados com perda de peso.

Em alguns casos, o médico ainda pode solicitar exames de imagem. Pacientes diagnosticados com tumor devem realizar essa avaliação para definir qual será a técnica aplicada.

O pós-operatório

Assim como no pré-operatório, o paciente também precisará de apoio e suporte após a cirurgia, de modo que todas as suas dúvidas possam ser esclarecidas. 

Durante o pós-operatório, o paciente deve passar alguns dias ainda em internação hospitalar. Caso tenha realizado a gastrectomia parcial, o tempo varia de dois a cinco dias. No caso da gastrectomia total, de cinco a sete dias.

No segundo dia após o procedimento, a alimentação pode ser  feita por meio da sonda nasoenteral, com alimentos líquidos. Em seguida, são introduzidos os alimentos pastosos. Mas, isso pode variar de acordo com o tipo de cirurgia. 

É importante lembrar que, antes de retornar para a alimentação sólida, o paciente será examinado através da ingestão de contraste, que permitirá a visualização de possíveis vazamentos de suturas.

Para continuar atendendo às necessidades nutricionais do organismo, o indivíduo deverá se adequar rigorosamente a alimentação, mesmo sendo em pequenas quantidades. 

Além de todas essas recomendações, o suporte de um psicólogo e fonoaudiólogo serão essenciais. O primeiro ajudará na aceitação do novo estilo de vida e o segundo poderá auxiliar o paciente na adaptação do processo de mastigação, deglutição e sucção.

O conteúdo foi esclarecedor? Comente aqui!

Conhece alguém que precisa saber dessas informações? Compartilhe o conteúdo!

Foto do Dr. Agnaldo Soares Lima.
Sobre o autor
Prof Dr Marcelo Garcia Toneto
Titulações: Professor Departamento de Cirurgia da PUCRS. Chefe dos Serviços de Cirurgia Geral e Cirurgia do Aparelho Digestivo do Hospital São Lucas da PUCRS Conta instagram: @mgtoneto
Está precisando de um Cirurgião Digestivo na sua região?
Busque um especialista clicando aqui!
Doutores | CBCD

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira o Instagram do CBCD!
/cbcdigestivo
Siga o CBCD no Instagram!

Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Direitos reservados CBCD Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva © 2024
Site atualizado em:
07:26 | 22/04/2024
magnifiercross linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram